5 maneiras pelas quais robôs móveis autônomos estão transformando as operações em armazéns

Robôs móveis autônomos são essencialmente robôs que podem se mover e operar dentro de um ambiente de depósito sem supervisão direta de um operador humano. Em vez de depender de faixas ou faixas magnéticas, os AMRs(Autonomous Mobile Robot) usam sensores e mapas para interpretar o layout do armazém, na locomoção pelo piso do depósito para detectar e evitar obstáculos.

Os AMRs (Autonomous Mobile Robot) podem realizar várias funções no depósito além de atendimento de pedidos, incluindo a execução de estratégias de coleta, transporte de mercadorias e materiais e orientação e ajuda aos operadores enquanto executam suas tarefas.

1. Reduzindo o tempo de caminhada

Em armazéns tradicionais, os funcionários devem caminhar até a área de separação, identificar e pegar os SKU(s) a serem separados em seguida caminhar de volta para as áreas de consolidação. Esse caminhar para frente e para trás aumenta o tempo geral gasto na seleção de tarefas.

AMRs(Autonomous Mobile Robot), aumentam a produtividade em até 3 vezes nas operações de atendimento de pedidos, minimizando o percurso entre a área onde os pedidos são alocados em um carrinho e a área de estoque, otimizando o ciclo entre a separação embalagem e transporte. Também ajudam os operadores do armazém a selecionar itens para vários pedidos ao mesmo tempo, reduzindo assim o número de viagens. Isso não apenas reduz o tempo total de viagem pelo depósito, mas também reduz a fadiga física / mental, levando a menos erros e acidentes. Podem determinar e seguir rotas de separação otimizadas e são particularmente eficazes na metodologias de separação por zona.

2. Facilitando a integração da automação

Em comparação com sistemas de transportes e outros sistemas de automação, é relativamente fácil implantar em depósitos e centros de distribuição, na verdade não há necessidade de fazer alterações permanentes, caras ou estruturais ao implementar. Eles podem ser facilmente implantados durante o horário de trabalho, uma vez que a implementação não interfere nas operações do dia-a-dia de suas instalações.

3. Direcionar fluxos de trabalho para melhorar a precisão e eficiência

Os AMRs(Autonomous Mobile Robot) são incrivelmente versáteis, eles podem acelerar o processo de separação orientando os operadores através das tarefas, direcionando até os locais de estoque, exibindo os itens e quantidades a serem retiradas e gerenciando os fluxos trabalho, priorizando o trabalho agrupando as tarefas semelhantes para aumentar a produtividade geral otimizando o ciclo de pedidos, ao mesmo tempo reduzindo o erro humano.

4. Implementação flexível

Os AMRs (Autonomous Mobile Robot) podem ser implantados sem nenhuma mudança permanente ou cara de infraestrutura em depósitos e instalações de distribuição o que significa que as empresas com um orçamento apertado podem aproveitar os benefícios que oferecem às operações de atendimento de pedidos.

Os AMRs (Autonomous Mobile Robot) usam mapas para navegar dinamicamente pelos corredores do depósito, identificando e evitando obstáculos de forma autônoma. Como tal, não há necessidade de instalar esteiras e faixas magnéticas, configurar caminhos dedicados ou mesmo impedir que empilhadeiras e humanos operem em áreas onde os robôs foram implantados. Isso significa que não há necessidade de investimentos de capital dispendiosos para implantar robôs colaborativos como o Chuck em suas instalações. A facilidade de implantação também significa que eles podem ser facilmente movidos de uma instalação para outra.

5. Aumentando a eficiência operacional

Em vez de circular pelo depósito e carregar os itens enquanto fazem a separação, os operadores podem se concentrar em outras tarefas de alto valor e permitir que os AMRs(Autonomous Mobile Robot) movam os produtos entre entres os locais, isso alivia o desgaste físico dos operadores, já que eles não precisam mais movimentar pedidos de uma área para outra. Eles podem ser programados para percorrer as rotas ideais para cada tarefa, definindo assim o ritmo de caminhada dos operadores e simultaneamente orientando-os sobre a melhor maneira de concluir um conjunto de tarefas. Os AMRs (Autonomous Mobile Robot) podem ser projetados e programados para executar quaisquer tarefas, seja entregar produtos para uma estação de conferencia ou trabalhar ao lado de um operador enquanto eles executam várias tarefas de atendimento de pedidos, ou atuar nas operações de transferências de materiais ou caixas para estações de classificação.

Conclusão

AMRs (Autonomous Mobile Robot) integrado com o WMS podem alavancar a produtividade de uma operação com o mínimo de interferências físicas na implementação, sendo uma opção viável para grandes centros de distribuição de e-commerce e atacadistas propiciando um ótimo retorno do investimento.