Gestão de Estoques… O que é?
25 de maio de 2021
Para logística, o smartphone significa mais do que um “um aparelho no bolso”
29 de julho de 2021

O que é armazém geral? E como funciona?

Muito utilizado por empresas de vários ramos de atividades o armazém geral tem o objetivo de guardar e zelar pela mercadoria de terceiros. Também possui outras atividades como montagem de blisters e quites desempenhando assim uma logística completa nas operações logísticas como:

 

  • Receber
  • Armazenar
  • Reembalar
  • Etiquetar
  • Conferir

 

Apesar da natureza privada e da iniciativa particular, todo armazém geral possui modelo de compartilhamento de espaços. Sendo assim também possuem tarifas que são determinadas de forma antecipada para cada tipo de operação e de materiais.

 

O que é um armazém geral

 

Conforme a legislação, o armazém geral é uma empresa privada, que possui autorização especial do governo para receber e armazenar mercadorias de terceiros.

 

Importante destacar que a natureza das mercadorias podem ser diversas, podendo assim armazenar vários tipos de produtos em áreas distintas.

 

Além disso, estes estabelecimentos estão subordinados à Junta Comercial, o qual devem prestar informações acerca da atividade desempenhada. Entre as quais, estão elencadas as seguintes:

 

  • A firma, ou no caso de sociedade anônima, sua designação, assim como capital da empresa e o local de estabelecimento.

 

  • Elementos que se referem à estrutura do armazém geral, tais como denominação, situação, número, capacidade e segurança;

 

  • Quais os tipos de produtos que podem receber em sua área de armazenagem;

 

 

Como funciona o armazém geral

 

Para que se destine as mercadorias a um armazém geral, a empresa deve emitir uma nota fiscal especifica de simples remessa, este documento serve para controle interno do estoque.

 

A fim de proporcionar o melhor da logística, as empresas que fornecem esse tipo de serviço geralmente estão em capitais. Isso porque as grandes metrópoles geralmente oferecem as melhores condições O que acaba sendo uma forma de estratégia na hora de realizar a distribuição, e circulação dos produtos, proporcionando redução de prazos, custos, e até mesmo alguns riscos, pois o tempo de exposição da carga é reduzido.

 

Ao receberem os produtos, o estabelecimento deve fazer um controle de estoque minucioso. Além da armazenagem, devem ainda realizar etiquetagem e ainda fazer conferência dos produtos que recebem além do controle fiscal dos produtos.

 

Segurança das mercadorias

 

Manter os produtos em local seco, limpo e com rígido controle de segurança é importante. Por isso, o armazém geral acaba sendo uma melhor opção do que guardar os produtos na própria empresa em algumas situações. Alguns diferenciais dos armazéns gerais são o alto controle de segurança com os serviços de:

 

  • Controle de acesso
  • Guarita
  • Rondas
  • Sistema de monitoramento por câmeras
  • Brigada de incêndio capacitada
  • Planejamento de contingência

 

 

 

 

Controle de estoque

 

Algumas questões são extremamente importantes quando se trata do controle de estoque de mercadorias gerenciadas pelo armazém geral. Por isso deve-se ter uma logística efetiva para responder três questões básicas:

 

  • Quais produtos tenho;
  • Quais as quantidades de cada produto, assim como valor de estoque;
  • Localização dos produtos;

 

Para isso, a informatização é processo chave para se conseguir o controle total sobre as movimentações dos produtos. Investimentos em sistemas como WMS / TMS para se ter a rastreabilidades dos itens.

 

Inventários periódicos também são importantes, devendo ser feito um controle de cliente a cliente. Além disso, um inventário geral também deve ser feito ao menos 1 vez por ano.

 

Atendimento com excelência

 

Para uma logística efetiva, a comunicação entre prestador de serviço e empresa é essencial. Assim, é importante que a empresa que disponibilizou seu estoque ao armazém geral tenha total visibilidade sobre os seus produtos e operações como:

 

  • Estoque disponível: nesse quesito envolvem rotinas fiscais, fluxo de entrada e saída de produtos, além de codificação todos estes processos são administrados por software WMS.

 

  • Localização do estoque: engloba pontos importantes como o trâmite da mercadoria, estado de conservação do produto, ou seja, todo o status do pedido que são monitorados por uma ferramenta WMS.

 

  • Transporte: aqui temos uma fase importante, pois se inicia na expedição até a entrega efetiva. Por isso, devem ser considerados todos os dados físicos e fiscais do produto para que seja feito com excelência este acompanhamento é realizado pelo sistema TMS.

 

  • Entrega do pedido: atender aos prazos é um ponto chave para a logística do armazém geral. Isso envolve não só o transporte, mas toda a informatização para assim dar o posicionamento para o cliente.

 

 

Tempo operacional

 

Todo armazém geral possui um tempo de operação para cada fase da sua logística. Desde o recebimento, até a expedição do produto, com prazos diferenciados que devem funcionar assim:

 

  • Inicialmente, recebe-se a mercadoria, e efetua as tarefas de conferência. Nesta fase a nota fiscal de remessa já foi emitia cliente e devera ser conferido o que foi destinado ao armazém.

 

  • Para a separação dos itens deve-se solicitar a nota fiscal de venda ou transferência e após isso inicia-se a fase de expedição. Geralmente, a logística possui uma integração entre cliente e o próprio armazém geral, a traves de troca de arquivos XML o que otimiza os processos.

 

Todo esse procedimento é importante, pois em caso de erro, pode ocorrer uma divergência no estoque. Por isso, um controle rígido de entrada e saída é imprescindível.

 

Rastreabilidade físico e fiscal

 

O armazém geral é responsável por todo o controle dos produtos e deve possuir 100% de exatidão física e fiscal de seus depositantes. Dessa forma, alguns dados são imprescindíveis na identificação dos materiais no recebimento, tais como:

 

  • Descrição do produto
  • Número de série
  • Validade
  • Lote
  • Data de Fabricação
  • Data de recebimento
  • Validade do item

 

Conclusão toda a operação logística pode ser terceirizada com a transferência de estoque para um armazém geral. Sendo que este operador logístico está capacitado com todas as ferramentas logicas, sistêmicas e de processos para entregar o melhor resultado aos seus clientes.